mitos-e-factos-da-nutricao-gabriel-mateus

Mitos e Factos em Nutrição

Todos nós comemos, isso é um facto. No entanto, ao contrário do que possamos pensar, isso não nos torna automaticamente em especialistas em nutrição.

Vivemos tempos simultaneamente estimulantes como desafiantes, nos quais mais do que ter acesso a informação, é fundamental saber distinguir factos de opiniões ou meros boatos.

Essas opiniões hoje espalham-se rapidamente em todas as direções e rapidamente assumem um estatuto de fatualidade.

É por isso muito difícil para a maioria de nós filtrar essas informações e distinguir o verdadeiro conhecimento.

Fazer esse trabalho é moroso e requer instrumentos de análise crítica e bom senso. Tal como acontece com os alimentos, tendemos a preferir os (conhecimentos) ultraprocessados, com um efeito rápido nos centros de prazer, mas com pouca densidade nutricional, naquilo a poderíamos chamar de Nutrição Pop.

Além disso, gostamos de identificar um vilão nutricional de forma a facilitar as nossas escolhas alimentares. Ao focarmos demasiado um elemento da alimentação perdemos a visão de conjunto e criamosfalsas sensações de segurança. Passamos a pensar: se “x” não existe na minha alimentação, esta deve ser saudável.

Existem muitas formas de uma alimentação ser saudável ou prejudicial, não apenas uma. Podemos evitar o glúten ou retirar produtos animais e comer alimentos ultraprocessados sem valor nutricional.

A industria explora muito bem estas fixações e versões bipolares da alimentação ao criar produtos que por assinalarem que não incluem um componente, tornam-se instantaneamente saudáveis. Geralmente substituem um desses componentes, por outro igualmente prejudicial.

Neste webinar vamos tentar identificar alguns dos temas mais recorrentes na nutrição pop e analisar esses temas à luz da evidência científica disponível. Alguns dos temas que vamos abordar neste webinar:

Devemos evitar o glúten?
Mas afinal o que é o glúten?
O glúten é responsável por muitas doenças crónicas?
Afinal podemos ingerir gordura saturada à vontade?
Será o óleo de coco um superalimento?
O que são dietas alcalinas?
Devemos evitar alimentos que acidificam o organismo?
Um corpo alcalino fica imune a doenças como o cancro?
O cancro desenvolve-se em meios ácidos?
Comer hidratos de carbono engorda?
O que são hidratos de carbono?
Dietas low-carb são as mais saudáveis?
Quais as semelhanças entre um rebuçado e lentilhas?
Aumentar a proteína é benéfico para a saúde?
Existem diferenças entre proteína animal e vegetal para a saúde?
A soja aumenta o risco de cancro da mama e outras doenças?
As mulheres com cancro da mama devem evitar a soja?
Comer soja nos homens é efeminizante?
O ácido fítico é antinutriente? Devemos evitar?
Afinal podemos comer a carne vermelha que quisermos?
E as lectinas presentes nas leguminosas, não são tóxicas?
Devemos evitar as leguminosas?
Só conseguimos obter cálcio com produtos lácteos?
O leite é necessário?
O leite é um veneno?

Formador

Gabriel Mateus 

Duração

3h27

Metodologia

Gravação de webinar transmitido ao vivo. Baseia-se nas aulas que fazem parte do curso “Fazer da Cozinha uma Farmácia”. Estas aulas têm uma vertente científica muito rigorosa no qual são analisados vários estudos científicos. Embora seja acessível a qualquer um que queira adquirir conhecimentos baseados em evidência na área da nutrição, espera-se que se sintam confortáveis com aulas teóricas intensivas, sem deixarem de ser apelativas. As aulas são apoiadas pela projeção de slides, sendo estes posteriomente disponibilizados para os participantes.

Preço

40€

A quem se destina o webinar?

Destina-se a todos aqueles que pretendam ter um conhecimento prático, baseado em evidências, sobre o papel da alimentação na saúde humana e planetária, na prevenção de doenças crónicas e na preservação do ambiente, com especial destaque para a prevenção do cancro. O curso é frequentado por todo o tipo de pessoas, desde interessados em nutrição, até profissionais de saúde como médicos e nutricionistas.

Qual a duração do webinar?

Os webinars têm a duração de cerca de 3 horas, geralmente em horário pós-laboral.

Não posso assistir em direto. É possível adquirir posteriormente?

Sim, os webinars são gravados e podem ser adquiridos posteriormente.

São necessários conhecimentos prévios de nutrição?

Embora o webinar tenha uma forte base científica, não são necessários conhecimentos prévios de nutrição.

São oferecidos materiais didáticos de apoio?

Todos os materiais utilizados na apresentação são disponibilizados aos participantes no final de cada sessão.

É possível participar no webinar?

Sim, é possível e desejável que haja interação durante o webinar. Tal interação enriquece os conteúdos e permite a partilha de experiências pessoais ao longo do curso. Essa participação acontece tanto para os que participam presencialmente como aqueles que assistem à distância.

Posso obter um certificado no final do webinar?

De momento, o webinar apenas disponibiliza um certificado de presença.

Nota

Estes webinars têm como objetivos transmitir conhecimento gerais sobre saúde e nutrição. Não pretendem dar conselhos médicos individuais, nem substituem o acompanhamento personalizado por profissionais de saúde. Todas as alterações na alimentação deverão ser acompanhadas e adaptadas ao caso individual por nutricionistas ou outros profissionais de saúde.