dietas-de-base-vegetal-especialmente-vegetarianas-e-veganas-estao-associadas-a-um-risco-inferior-de-cancro

Dietas de base vegetal, especialmente vegetarianas e veganas, estão associadas a um risco inferior de cancro

Dietas de base vegetal, especialmente vegetarianas e veganas, estão associadas a um risco inferior de cancro. Com base nos dados existentes a partir de estudos que mostram as variações internacionais na incidência de cancro, variações no risco de cancro em grupos migratórios, estudos prospetivos de coorte e redução do risco

Ler mais
alimentos-ultraprocessados-poderao-levar-a-um-consumo-excessivo-de-calorias-e-aumento-de-peso

Alimentos ultraprocessados poderão levar a um consumo excessivo de calorias e aumento de peso

A dieta ocidental é caracterizada por um padrão alimentar com excesso de alguns nutrientes (gordura, açúcar, sal, proteína animal) e carência de outros fundamentais para a prevenção de doenças crónicas, tais como alguns minerais, vitaminas, fitoquímicos e fibra. O consumo de alimentos processados e ultraprocessados, comuns neste tipo de padrão

Ler mais
mesmo-em-pequenas-quantidades-as-bebidas-alcoolicas-poderao-aumentar-o-risco-de-doencas-e-mortalidade

Mesmo em pequenas quantidades, as bebidas alcoólicas poderão aumentar o risco de doenças e mortalidade

Alguns alimentos adquirem um estatuto simbólico e cultural que se torna difícil ultrapassar de forma a olharmos de forma objetiva para os seus reais efeitos na saúde. O vinho é um bom exemplo disso, estando tradicionalmente associado a benefícios para o coração, quando consumido moderadamente, sendo geralmente recomendado que se

Ler mais
os-animais-carnivoros-parecem-ter-maior-risco-de-cancro-do-que-os-herbivoros

Os animais carnívoros parecem ter maior risco de cancro do que os herbívoros

São bem conhecidos os efeitos para a saúde do excesso de proteína animal. Em vários estudos uma ingestão superior de proteína animal, especialmente carne vermelha e processada, está associada a um risco superior de mortalidade e doenças crónicas. Por outro lado, substituir proteína animal por vegetal poderá diminuir esse risco (Chen et al., 2020; Huang et al., 2020).

Ler mais
uma-dieta-de-base-vegetal-saudavel-podera-diminuir-o-risco-de-demencia

Uma dieta de base vegetal saudável poderá diminuir o risco de demência

A dieta é considerada um fator de risco importante para a demência. Vários estudos têm mostrado que alguns componentes específicos dos alimentos tais como os ácidos gordos ómega-3, vitamina E e vitaminas do complexo B poderão ter efeitos neuroprotetores (Gardener & Rainey-Smith, 2018; Vauzour et al., 2017). No entanto, uma vez que a maioria dos estudos realizados são observacionais, nem

Ler mais
a-ingestao-de-azeite-podera-diminuir-o-risco-de-mortalidade

A ingestão de azeite poderá diminuir o risco de mortalidade

Uma das características da dieta mediterrânica é a utilização de azeite como gordura principal. O azeite é rico em gorduras monoinsaturadas (ácido oleico), as quais estão associadas a benefícios para a saúde, especialmente quando substituem gorduras saturadas. Um estudo anterior de grandes dimensões mostrou que substituir gorduras saturadas por insaturadas esteve associado a uma diminuição do risco de doenças cardiovasculares, alguns

Ler mais
uma-dieta-de-base-vegetal-durante-a-juventude-e-idade-adulta-podera-diminuir-o-risco-de-doencas-cardiovasculares-mais-tarde

Uma dieta de base vegetal durante a juventude e idade adulta poderá diminuir o risco de doenças cardiovasculares mais tarde.

As escolhas alimentares são os fatores modificáveis mais importantes para a saúde e bem-estar, sendo responsáveis por cerca de 50% de todas as mortes por doenças cardiovasculares. De acordo com o Global Burden of Disease Study, 52% de todas as mortes por doenças cardiovasculares são atribuídas a riscos associados à dieta (, 2018). Por outro lado, dietas com uma ingestão elevada

Ler mais

Eat2Care

Contactos

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter