Dia 20 de Julho teremos em Lisboa, no Centro de Psicoterapia Somática em Biossíntese, mais um Workshop onde faremos uma apresentação acerca da importância da alimentação na prevenção e tratamento complementar do cancro. Trata-se de informação prática, fundamentada e baseada em evidências. Destina-se a todos aqueles que lidem, já tenham lidado ou não queiram vir a lidar com esta doença.

“Segundo os números oficiais atualmente disponíveis, 30 a 40% de todos os cancros estão relacionados com a alimentação. Se somarmos a isso mais 30% de cancro que estão relacionados com o tabagismo podemos facilmente perceber que pelo menos 60 a 70% de todos os cancros poderiam ser evitados se alterássemos esses fatores de risco. Estudos recentes mostram que não só a alimentação tem um papel importante no desenvolvimento do cancro, como pode afetar positivamente a sobrevivência após o diagnóstico, diminuindo em alguns casos as probabilidades de recidiva. O que comemos todos os dias interfere de forma determinante na origem mas também na resolução deste e de muitos outros problemas de saúde”.

https://www.schoolbiosynthesis.com/index.php?Pagina=admin%2Fmodulos%2Fdestaques%2Fver_destaque&ID=130&Lingua=pt

Os números oficiais dizem-nos que pelo menos 1/3 de todos os cancros são causados por questões relacionadas com a alimentação. Alimentarmos o nosso corpo representa uma atividade da qual depende uma boa qualidade de vida. Longe de representar apenas um aporte calórico destinado a dar energia e tirar a fome, os alimentos são e devem ser entendidos como medicamentos com propriedades muito específicas, desenvolvidas ao longo de milhares de anos pelos processos naturais da evolução biológica.

Esta mudança de paradigma urge numa sociedade onde a alimentação deixou de ser vista como um instrumento terapêutico central da nossa relação com a doença, e onde se verificam números alarmantes na incidência de cancros e doenças degenerativas. Os números dizem-nos que 1 em cada 3 mulheres e 1 em cada 2 homens terá cancro até ao final da sua vida. Recentes estudos epidemiológicos mostram claramente a relação que existe entre a incidência de certos tipos de cancro e os hábitos de alimentação característicos de cada cultura. A dieta ocidental pode mesmo ser hoje considerada a dieta que reúne os maiores fatores de risco que são possíveis de combinar numa só refeição.

“Depois de tudo o que aprendi ao longo destes anos de investigação, se me pedissem hoje para elaborar uma dieta que promovesse ao máximo o desenvolvimento do cancro, eu não teria nada a acrescentar à nossa alimentação atual!”
Dr. Richard Beliveau

Trata-se pois de uma questão de responsabilidade não só individual mas também social e global reeducarmo-nos no sentido de uma alimentação mais consciente, respeitando uma das premissas basilares do pai da Medicina Ocidental, Hipócrates: “Que o teu Alimento seja o teu Medicamento”.

Assumindo que os alimentos de origem vegetal representam a melhor fonte de substâncias com reconhecidas propriedades anticancerígenas, propomo-nos neste workshop conhecê-los melhor, o modo como atuam e interferem nos mecanismos biológicos do cancro e sugestões saborosas de os preparar numa autêntica refeição anti-cancro. Façamos então da nossa cozinha uma verdadeira farmácia, aliando estes poderosos alimentos a uma experiência de texturas e sabores igualmente prazerosa.

“Precisamos de começar a perguntar-nos o que podemos fazer por nós. Nós podemos tomar o nosso poder (empower ourselves) e fazer as coisas que os médicos não podem fazer por nós, o que significa usar o conhecimento para tomar medidas. O que nós comemos é na realidade a nossa quimioterapia 3 vezes por dia.”
Dr. William Li, TED.

Tópicos a serem desenvolvidos:
– Factos e Números sobre o Cancro.
– Recomendações Oficiais sobre Cancro e Alimentação.
– Carcinogénese – mecanismos biológicos do cancro.
– Principais Alimentos Anti-Cancro.

Com: Gabriel  Mateus
Data: 20 de Julho de 2012 (sexta-feira)
Horários: 18h30 às 22h
Local: C.P.S.B. – Av. 5 de Outubro, nº 122 – 5º Esq.
Investimento: 10€ Associados e 15€ não Associados
Receitas para o Projecto SAFIRA

Confirmação obrigatória: 21 793 53 26 ou geral@cfpsb.com 

Inscrições limitadas