12284386_JrUHZExistem ainda incertezas em relação ao consumo de produtos de agricultura biológica no que respeita à prevenção do cancro. A única certeza que temos é que consumir uma dieta de base vegetal reduz o risco de cancro, independentemente de se tratarem de alimentos biológicos ou não. Um dos componentes presentes nos vegetais que se pensa serem importante na prevenção do cancro são os chamados fitoquímicos. Estas substâncias, muitas delas com propriedades quimiopreventivas, são produzidas pelas plantas para se protegerem das agressões externas do meio ambiente (radição, fungos, parasitas, predadores, etc.). Como tal, é de se esperar que num ambiente mais hostil, as plantas sejam forçadas a produzir mais destas moléculas, aumentando assim a sua concentração. Alguns estudos sugerem isso mesmo.

Uma nova análise, publicada no British Journal of Nutrition, incluiu 343 estudos realizados entre 1992 e 2012 (1992 foi o ano em que a União Europeia começou a regular a agricultura biológica). O estudo comparou o níveis de vitaminas, minerais, fitoquímicos e pesticidas entre os vegetais biológicos e convencionais, concluindo que:

  • Os alimentos de origem biológica têm mais atividade antioxidante e maior concentração de fenóis (uma classe de fitoquímicos com propriedades anticancerígenas tais como o resveratrol – uvas, a quercetina – maçãs ou o EGCG – chá verde).
  • Existe uma diferença maior na atividade antioxidante entre os frutos biológicos e convencionais do que entre os vegetais.
  • Os produtos biológicos têm menos fibra e proteína.
  • A concentração de minerais é equivalente.
  • Os produtos de agricultura convencional têm 4 vezes mais pesticidas do que os biológicos e concentrações superiores de cádmio, o que poderá aumentar o risco de alguns cancros como o da mama.

phenolsorganic

Já anteriormente havia sido publicado uma análise na qual se chegava a conclusões semelhantes:

  1. organic-FoodOs autores confirmaram a existência de níveis superiores de fenóis nos produtos orgânicos. Os vegetais de origem biológica têm uma concentração superior de fitoquímicos, as substâncias químicas que protegem as plantas das agressões externas e que têm inúmeras propriedades quimiopreventivas para a saúde humana.
  2. O leite e as aves de origem biológica têm concentrações superiores de ómega-3. Os ácidos gordos ómega-3 não só são importantes para a função cardíaca e o desenvolvimento do cérebro da criança, pelas suas propriedades anti-inflamatórias tem provavelmente um papel importante na prevenção do cancro.
  3. Os vegetais e frutos convencionais estão mais contaminados de pesticidas, estando no entanto abaixo dos limites impostos pelo governo dos EUA. É muito difícil definir com segurança um limite de segurança para a exposição a estes químicos. Não existem ainda estudos suficientes para se saber com segurança os efeitos dessa exposição, especialmente no que diz respeito a grupos mais vulneráveis. Sabe-se por exemplo que agricultores que estejam frequentemente expostos aos pesticidas têm um risco superior de cancro do que o resto da população. Será sensato, por uma questão de precaução reduzir ao máximo essa exposição. Por outro lado, os níveis desses produtos nos alimentos não são homogéneos, variando de prosuto pata produto. A EWG criou uma lista dos alimentos considerados mais contaminados e aqueles que não têm níveis tão elevados de pesticidas.
  4. Animais de origem biológica têm menos contaminação de bactérias que resistem aos antibióticos. Segundo o estudo, os consumidores de animais criados de forma convencional têm 33% mais hipóteses de ingerir bactérias que podem representar risco para a saúde.

Embora provavelmente não existam muitas diferenças em relação à concentração de vitaminas e minerais entre os vários tipos de agricultura, o facto de os produtos de agricultura biológica terem maior concentração de fitoquímicos, maior atividade antioxidante e menor concentração de pesticidas, poderá representar uma vantagem para a saúde com impacto positivo na prevenção do cancro.

agrbio_selo

 

Fontes:

http://journals.cambridge.org/action/displayFulltext?type=6&fid=9325492&jid=BJN&volumeId=112&issueId=05&aid=9325471&bodyId=&membershipNumber=&societyETOCSession=&fulltextType=RA&fileId=S0007114514001366#cjofig_fig3

http://annals.org/article.aspx?articleid=1355685

http://www.ewg.org/foodnews/list.php

http://blog.aicr.org/2014/07/14/is-eating-organic-foods-better-for-reducing-my-cancer-risk/

 

2017-10-24T16:43:11+00:00 0 Comments

Leave A Comment

three × five =